publicidade

Vasco faz campanha contra o trabalho escravo e infantil

A campanha está ocorrendo na partida entre Bangu x Vasco
Reprodução: Instagram Vasco
Reprodução: Instagram Vasco

Neste domingo (28), no Mané Garrincha, o Vasco da Gama está fazendo mais do que uma partida de futebol; está sendo palco de uma campanha de conscientização contra o trabalho análogo à escravidão e o trabalho infantil. Nesta ação, os jogadores estão vestindo uma camisa especial, ostentando o logo do InPACTO na frente e a mensagem “Disque 100” nas costas.

A iniciativa, em parceria com o Instituto Pacto Nacional pela Erradicação do Trabalho Escravo (InPACTO) e o Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania, coincide com o Dia de Combate ao Trabalho Escravo no Brasil, marcado pelos trágicos eventos da Chacina de Unaí, que completa 20 anos.

A mensagem “Disque 100” na camisa busca divulgar o “Disque Direitos Humanos”, um serviço do Ministério que recebe denúncias relacionadas a trabalho infantil, trabalho escravo e outros temas ligados aos direitos humanos.

Marina Ferro, diretora executiva do InPACTO, expressou a alegria da parceria com o Vasco, destacando a postura firme e altiva do clube na defesa dos direitos humanos. “É muito importante transmitir a mensagem para sensibilizar a população sobre a persistência do trabalho análogo ao escravo que ainda persiste no Brasil e estimular o engajamento das pessoas na ação de denunciar essa violação aos direitos humanos, por meio do esporte e da paixão nacional que existe pelo futebol”, disse Marina.

O Vasco da Gama, ao adotar esta campanha impactante, não apenas joga futebol, mas também joga luz sobre questões sociais cruciais, utilizando sua posição no esporte para promover mudanças positivas. Essa iniciativa reflete não apenas o compromisso do clube com o esporte, mas também com a construção de uma sociedade mais justa e consciente.

Compartilhe:

publicidade

Victor Boscato, 21 anos, jornalista, atua no mercado esportivo há 3 anos. Trabalhou como redator do Denarius e São Paulo Para Crianças.Trabalha na Neo Brands atualmente e atua como estagiário dessa agência de publicidade brasileira com foco em marketing esportivo.

Nota do editor: os textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais iconográficos publicados no espaço “opinião” não refletem necessariamente o pensamento do Sports MKT, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

POST RECENTES

Vitória do Bayer Leverkusen mostra que há luz no fim do túnel do futebol
New York Jets revela nova identidade visual
New York Jets revela novos uniformes "Legacy Collection" para a temporada 2024
Fórmula 1 anuncia retorno do GP da Austrália como corrida de abertura na temporada de 2025
Arsenal e PRIME lançam garrafa personalizada
Polêmica na distribuição de ingressos para a final da Liga Europa no Aviva Stadium