publicidade

Potencial dono do Manchester United considera investir em melhorias no Old Trafford

A proposta de Ratcliffe é investir £ 245 milhões na modernização do Old Trafford, elevando a capacidade do estádio para 90 mil lugares
Reprodução: Instagram Manchester United
Reprodução: Instagram Manchester United

Os planos da família Glazer de vender o Manchester United atraíram dois fortes candidatos à aquisição. O Sheikh Jassim bin Hamad Al Thani e o bilionário Sir Jim Ratcliffe apresentaram suas ofertas para a venda majoritária do Manchester United.

A proposta de Ratcliffe é investir £ 245 milhões na modernização do Old Trafford, elevando a capacidade do estádio para 90 mil lugares. Este investimento seria distribuído ao longo do tempo, com a maior parte sendo aplicada até o final do ano, sem adição aos atuais empréstimos do United, que atualmente totalizam cerca de £ 528,2 milhões.

De acordo com a imprensa inglesa, mudanças significativas no clube aconteceram, incluindo a saída de Richard Arnold do cargo de presidente-executivo, condição essa que foi estabelecida por Ratcliffe. O britânico assumirá o comando dos assuntos esportivos, enquanto a família Glazers se manterá influente nas questões financeiras.

Em 2022, o clube passou a contar com a Legends International e Populous para liderar o projeto de reestruturação do estádio. A possível expansão da capacidade pode ser considerada após as recentes mudanças nas instalações de outros clubes da Premier League, como Manchester City, Arsenal, Tottenham e Liverpool.

Com a empresa Populous, conhecida por projetar grandes estádios como o novo Wembley e o estádio do Tottenham, o Manchester United recebeu a informação de que tanto o custo da reconstrução total de Old Trafford quanto a construção de um novo estádio seriam aproximadamente equivalentes. 

O plano do clube envolve a demolição completa da arquibancada Sir Bobby Charlton, enquanto adiciona uma terceira camada tanto no “Stretford End” quanto no “Scoreboard End”. Estimativas iniciais sugerem que, durante o processo de construção, o United poderia acomodar públicos de até 52 mil pessoas.

O time inglês avalia a possibilidade de ter um hotel oficial nas instalações onde atualmente se encontra a bilheteria, localizada no canto noroeste. Além disso, o clube expressou o desejo de criar um fan park semelhante à área existente em Anfield.

Compartilhe:

publicidade

Vinicius Filgueira de Souza Rocha, 21 anos, estudante de jornalismo, atualmente trabalha como estagiário na Neo Brands, agência de publicidade brasileira com o foco em marketing esportivo.

Nota do editor: os textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais iconográficos publicados no espaço “opinião” não refletem necessariamente o pensamento do Sports MKT, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

POST RECENTES

New York Jets revela nova identidade visual
New York Jets revela novos uniformes "Legacy Collection" para a temporada 2024
Fórmula 1 anuncia retorno do GP da Austrália como corrida de abertura na temporada de 2025
Arsenal e PRIME lançam garrafa personalizada
Polêmica na distribuição de ingressos para a final da Liga Europa no Aviva Stadium
Brentford FC inova com tecnologia de dados em seu estádio