publicidade

Os clubes com a maior geração de receita do futebol mundial

A Deloitte Football Money League realizou um estudo acerca dos clubes com maior geração de receita do futebol mundial
Geração de Receita
Arte: Sports MKT
[category_info]

A temporada 2022/23 registrou um marco sem precedentes para os clubes da Money League, (clubes com as maiores gerações de receita), com um recorde de 10,5 bilhões de euros gerados pelos 20 principais times. Isso representa um impressionante aumento de 14% em comparação ao ano anterior, além de retornar aos níveis pré-pandemia (9,2 bilhões de euros em 2021/22 e 2018/19).

O impulso dessa conquista foi impulsionado pela receita de 1,9 bilhões de euros proveniente de dias de jogo durante a temporada. A reabertura total dos estádios em toda a Europa continental trouxe uma demanda fervorosa dos torcedores, resultando em receitas recordes para 13 dos 20 principais clubes.

Arte: Sports MKT
Fonte: Deloitte Football

Os clubes das ligas Bundesliga, Serie A, Ligue 1 e La Liga foram particularmente destacados nesse cenário, com os italianos AC Milan, Inter de Milão e SSC Napoli relatando aumentos expressivos em comparação com os níveis de 2018/19.

Além das receitas recorde nos dias de jogo, os clubes também brilharam em suas receitas comerciais, totalizando 4,4 bilhões de euros em 2022/23, um crescimento notável de 16% em relação ao ano anterior. Pela primeira vez desde 2015/16 (excluindo a temporada 2019/20 impactada pela COVID-19), as receitas comerciais se tornaram a principal fonte de receita para os clubes da Money League. Dentre os 20 principais clubes, 17 reportaram um aumento anual nas receitas comerciais, impulsionado pela melhoria nas vendas a retalho, receitas de eventos fora dos dias de jogo e a recuperação das receitas de patrocínio afetadas pela pandemia.

As receitas de transmissão tiveram um aumento mais modesto (5%), com a receita média de transmissão dos clubes da Premier League se destacando, impulsionada por um aumento significativo nos direitos internacionais de transmissão. No entanto, o crescimento foi limitado devido à temporada 2022/23 estar dentro dos ciclos de transmissão existentes para as principais ligas alemã, italiana e francesa. Adicionalmente, as receitas de transmissão foram impulsionadas pelo investimento da CVC Capital Partner em uma subsidiária comercial da Ligue de Football Professional, proporcionando um aumento significativo ao Paris Saint-Germain e ao Olympique de Marseille.

Em média, esses clubes reportaram uma receita superior a 500 milhões de euros, com receitas comerciais e de transmissão contribuindo de maneira significativa, seguidas pelas receitas provenientes de dias de jogo. O cenário financeiro do futebol global continua a se transformar, consolidando a posição dos “Clubes com as Maiores Gerações de Receita” como protagonistas indiscutíveis nesta jornada econômica.

Arte: Sports MKT
Fonte: Deloitte Football

Pela primeira vez desde 2017/18, o Real Madrid tornou-se o clube de futebol com a maior geração de receitas em 2022/23, superando o Manchester City. O clube espanhol reportou receitas recorde de 831 milhões de euros, marcando um aumento significativo de 118 milhões de euros em relação ao ano anterior.

Apesar de uma temporada recorde, o Manchester City caiu para o segundo lugar em 2024, reportando uma receita histórica de 826 milhões de euros impulsionada por campanhas bem-sucedidas na UEFA Champions League e Premier League.

O Paris Saint-Germain entrou pela primeira vez no top três da Money League, superando o FC Barcelona pelo segundo ano consecutivo, com uma receita de 802 milhões de euros.

O FC Barcelona subiu do 7º para o 4º lugar, impulsionado pelo retorno dos torcedores, recordes de licenciamento e vendas de merchandising, resultando em aumentos de 61% e 45% nas receitas comerciais e em jornadas, respectivamente.

Por outro lado, o Liverpool teve a maior queda na classificação, indo do 3º para o 7º lugar, juntamente com o Atlético de Madrid e o West Ham United, reportando um declínio nas receitas devido a resultados menos favoráveis em competições nacionais e europeias após uma temporada anterior de destaque.

Os clubes ingleses são esperados para manter seu forte desempenho financeiro a curto e médio prazo, graças aos novos acordos de transmissão nacionais de 2025/26 a 2028/29, que projetam um aumento médio anual de cerca de 4%, apesar das desafiadoras condições de mercado.

Embora a Money League tenha sido historicamente dominada por clubes europeus, há indícios de desafios à sua hegemonia em breve, com clubes dos EUA e do Brasil ganhando destaque. O Inter Miami, especialmente, registrou um notável aumento de receita após a contratação de Lionel Messi em 2023. Paralelamente, o Flamengo, atualmente à porta do top 30, está marcando presença e indicando um potencial avanço no ranking.

Essa mudança na dinâmica da Money League destaca a crescente influência de clubes fora da Europa, representando uma evolução no cenário financeiro do futebol global.

Confira a lista dos 20 clubes com maior geração de receita do futebol mundial de acordo com a Deloitte Football:

Arte: Sports MKT
Fonte: Deloitte Football

Confira o site da Deloitte Football.

Compartilhe:

publicidade

O Sports MKT é um grupo de comunicação especializado em negócios no esporte e marketing esportivo. Nosso propósito é entregar notícias e análises diárias sobre o mercado esportivo nacional e internacional.  Informar e inspirar nossos leitores sobre negócios no esporte.

Nota do editor: os textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais iconográficos publicados no espaço “opinião” não refletem necessariamente o pensamento do Sports MKT, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

POST RECENTES

New York Jets revela nova identidade visual
New York Jets revela novos uniformes "Legacy Collection" para a temporada 2024
Fórmula 1 anuncia retorno do GP da Austrália como corrida de abertura na temporada de 2025
Arsenal e PRIME lançam garrafa personalizada
Polêmica na distribuição de ingressos para a final da Liga Europa no Aviva Stadium
Brentford FC inova com tecnologia de dados em seu estádio