publicidade

Empresas parceiras da CBF expressam repúdio a “qualquer forma de assédio”

tanto a GOL quanto o Grupo Cimed emitiram declarações sobre as denúncias de assédio ligadas à Confederação Brasileira de Futebol e Ednaldo Rodrigues
Reprodução: Site CBF
Reprodução: Site CBF
[category_info]

Na última segunda-feira (8), tanto a GOL Linhas Aéreas quanto o Grupo Cimed emitiram declarações sobre as denúncias de assédio ligadas à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e seu atual líder, Ednaldo Rodrigues. Luísa Rosa, ex-diretora de Patrimônio, apresentou um processo trabalhista no Rio de Janeiro, solicitando uma indenização de R$1,8 milhão e o afastamento imediato de Ednaldo Rodrigues.

Desde sua promoção em abril de 2022, Rosa afirma ter sido vítima de assédio moral e sexual, além de discriminação. Rodrigues recentemente reassumiu a presidência da CBF por decisão do ministro do STF, Gilmar Mendes.

Em um levantamento, o Poder360 questionou os 11 patrocinadores listados no site oficial da CBF, se as empresas estavam cientes do caso e quais ações pretendiam tomar. A GOL e a Cimed, entre as consultadas, reiteraram seu repúdio a qualquer forma de assédio. A CBF, no entanto, não se pronunciou até o momento.

Confira as notas da Gol e da Cimed:

GOL – “A GOL repudia todo tipo de assédio e, na condição de patrocinadora da Seleção Brasileira, irá acompanhar os desdobramentos deste caso”.

Cimed – “A Cimed, como empresa brasileira, patrocinadora e parceira comprometida com o esporte, repudia qualquer forma de assédio e reforça o seu compromisso com o respeito e com a ética, dentro e fora dos gramados”.

O Itaú, Nike, Neoenergia, Ambev (dona da marca Guaraná Antarctica) e Mastercard não responderam, enquanto a Vivo optou por não comentar neste momento. Pague Menos, Semp TCL e TechnoGym não deram retorno ao jornal digital.

Essa não é a primeira vez que a CBF enfrenta acusações de assédio. Em 2021, o presidente, Rogério Caboclo, foi acusado e posteriormente afastado do cargo. No entanto, a postura das empresas patrocinadoras parece ter mudado ao longo do tempo. Em 2021, muitas empresas, incluindo Gol, Itaú, e Nike, expressaram preocupação e repúdio às acusações contra Caboclo.

A atitude dos patrocinadores, que evitaram associar suas imagens a um escândalo, teve um papel crucial na queda de Caboclo da presidência da CBF. Contudo, em outubro de 2022, os casos de assédio contra o dirigente foram arquivados pela Justiça O cenário interno da CBF tem sido tumultuado. Ednaldo Rodrigues foi temporariamente afastado em dezembro de 2023, com alegações de irregularidades em sua eleição.

A crise na CBF não é a única. O futebol global tem enfrentado desafios em relação à sua imagem, especialmente em questões de tratamento a mulheres. A nomeação de Rosa para um cargo de liderança na CBF representava uma tentativa de reformulação e de combate a essa imagem negativa.

Um exemplo disso é a queda do ex-presidente da Federação Espanhola de Futebol, Luis Rubiales, que ocorreu após ele ter dado um beijo de forma não consensual a uma jogadora da equipe espanhola que havia conquistado a Copa do Mundo Feminina de 2023.

Compartilhe:

publicidade

O Sports MKT é um grupo de comunicação especializado em negócios no esporte e marketing esportivo. Nosso propósito é entregar notícias e análises diárias sobre o mercado esportivo nacional e internacional.  Informar e inspirar nossos leitores sobre negócios no esporte.

Nota do editor: os textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais iconográficos publicados no espaço “opinião” não refletem necessariamente o pensamento do Sports MKT, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

POST RECENTES

New York Jets revela nova identidade visual
New York Jets revela novos uniformes "Legacy Collection" para a temporada 2024
Fórmula 1 anuncia retorno do GP da Austrália como corrida de abertura na temporada de 2025
Arsenal e PRIME lançam garrafa personalizada
Polêmica na distribuição de ingressos para a final da Liga Europa no Aviva Stadium
Brentford FC inova com tecnologia de dados em seu estádio