publicidade

Desigualdade Financeira no Futebol: Manchester City Supera Fluminense por uma Margem Considerável

Análise na grande diferença entre os dois finalistas do Mundial de Clubes da FIFA
Manchester City e Fluminense final do mundial de clubes
Reprodução Instagram Manchester City e Fluminense Arte SportsMKT

No universo do futebol, a disparidade financeira entre clubes europeus e brasileiros é evidente. Os números referentes ao faturamento do Manchester City e do Fluminense em 2022 ressaltam essa diferença de maneira expressiva.

O Manchester City, atualmente o clube com a maior receita do mundo nos últimos dois anos, conforme indicado no relatório anual divulgado pela Deloitte, ostenta um desempenho financeiro notável. O clube inglês superou o Fluminense por incríveis 16 vezes em termos de faturamento no ano passado. Esse abismo financeiro se destaca ainda mais com a iminente possibilidade de uma final do Mundial de Clubes da FIFA entre times europeus e brasileiros.

Arte: Sports MKT

O Fluminense, embora seja uma instituição respeitada no cenário brasileiro, apresentou apenas o nono maior faturamento entre os clubes do país em 2022, conforme revelado pelo relatório divulgado pela Sports Value. A desigualdade é ainda mais acentuada quando se considera a diferença cambial, que se intensificou nos últimos anos. A cotação média da libra esterlina em 2013 era de 3,38 em comparação com 6,38 em 2022. Agravando ainda mais a disparidade financeira entre os clubes europeus e brasileiros.

Um dado que ilustra essa disparidade é que, mesmo considerando a linha de Broadcast do Manchester City em 2013, apenas essa fonte de receita seria superior à receita recorrente (excluindo vendas de jogadores) do Fluminense em 2022. Isso destaca não apenas a magnitude da diferença financeira, mas também a necessidade de um debate mais amplo sobre equidade e sustentabilidade financeira no futebol mundial.

Nessa sexta-feira, Manchester City e Fluminense se enfrentam pela Final da Copa do Mundo de Clubes da FIFA. Análise da Sports Value mostra que a diferença financeira do time inglês é absurda para o brasileiro. Nunca em uma comparação financeira dos brasileiros com europeus no Mundial houve tanta diferença entre os clubes.

Quando São Paulo, Internacional, Santos, Corinthians, Palmeiras e Flamengo jogaram a competição, figuravam naquele momento, entre as maiores receitas do país. No caso do Fluminense, foi a 9ª receita do futebol brasileiro. E contra o Manchester City, clube mais rico e poderoso da atualidade. Uma vitória do Tricolor das Laranjeiras seria o maior “Davi x Golias” da história.

Texto em parceria com Amir Somoggi.

Compartilhe:

publicidade

Victor Boscato, 21 anos, jornalista, atua no mercado esportivo há 3 anos. Trabalhou como redator do Denarius e São Paulo Para Crianças.Trabalha na Neo Brands atualmente e atua como estagiário dessa agência de publicidade brasileira com foco em marketing esportivo.

Nota do editor: os textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais iconográficos publicados no espaço “opinião” não refletem necessariamente o pensamento do Sports MKT, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

POST RECENTES

Polêmica na distribuição de ingressos para a final da Liga Europa no Aviva Stadium
Brentford FC inova com tecnologia de dados em seu estádio
Stuttgart celebra modernização da MHP Arena
Umbro e Santos revelam uniformes para 2024 com homenagem à Vila Belmiro
Vasco anuncia novo uniforme para a temporada 2024 com homenagem a Roberto Dinamite
Premier League terá novas regras financeiras após votação unânime dos clubes