publicidade

Corinthians tem reunião marcada para possível parceria com Bayer Leverkusen

Um potencial acordo pode abranger não apenas o futebol masculino profissional, mas também incluir situações relacionadas à base e ao time feminino
Corinthians
Reprodução: Instagram Corinthians
[category_info]

O Corinthians está em conversas nos bastidores para estabelecer uma parceria de grande amplitude. O clube está em negociações para uma parceria institucional com o Bayer Leverkusen.

Segundo divulgado pela página “Corinthimanos” nesta terça-feira (27), as diretorias dos dois clubes têm um encontro marcado, visando inicialmente estreitar as relações institucionais, sem um foco específico definido.

Um potencial acordo pode abranger não apenas o futebol masculino profissional, mas também incluir situações relacionadas à base e ao time feminino.

Sob o comando de Xabi Alonso, o Bayer Leverkusen tem se destacado como a grande sensação do futebol europeu nesta temporada. A equipe lidera o Campeonato Alemão com uma larga vantagem sobre o segundo colocado, que é o Bayern de Munique.

Compartilhe:

publicidade

O Sports MKT é um grupo de comunicação especializado em negócios no esporte e marketing esportivo. Nosso propósito é entregar notícias e análises diárias sobre o mercado esportivo nacional e internacional.  Informar e inspirar nossos leitores sobre negócios no esporte.

Nota do editor: os textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais iconográficos publicados no espaço “opinião” não refletem necessariamente o pensamento do Sports MKT, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

POST RECENTES

Polêmica na distribuição de ingressos para a final da Liga Europa no Aviva Stadium
Brentford FC inova com tecnologia de dados em seu estádio
Stuttgart celebra modernização da MHP Arena
Umbro e Santos revelam uniformes para 2024 com homenagem à Vila Belmiro
Vasco anuncia novo uniforme para a temporada 2024 com homenagem a Roberto Dinamite
Premier League terá novas regras financeiras após votação unânime dos clubes